Mês: dezembro 2018

O que é IGP-M? Como funciona e influencia seus investimentos?

IGP-M é a sigla para Índice Geral de Preços do Mercado. Este índice é calculado pela FGV-Fundação Getúlio Vargas, entidade de alta credibilidade. O objetivo deste artigo é explicar a composição deste indicador, para o que ele serve e como ele funciona.

Se você está querendo saber mais sobre o que é IGP-M, fica comigo até o final do artigo que, além de apresentar tudo sobre o índice, eu vou te dar uma ótima dica de investimento e renda extra. O IGP-M é calculado com base em vários outros indicadores econômicos. Conheça um pouco mais sobre cada um deles.

Indicadores econômicos

Indicadores econômicos são, basicamente, índices calculados com base em dados que mostram se a economia está em retração ou expansão. Sendo assim, ajudam os interessados em investimentos a decidirem onde colocar o dinheiro, de acordo com o índice que mostra maior probabilidade de rendimentos. Vejamos alguns indicadores, para entender melhor:

  • Ibovespa – um dos principais indicadores do mercado de ações, no Brasil;
  • PIB – muito importante, porque engloba a economia do país como um todo;
  • IGP-M – base mensal de preços em geral, diretamente ligado à inflaçã

O IGP-M é, então, um dos índices de inflação no Brasil. Isso significa que ele mostra a forma como o valor monetário está se comportando. Em outras palavras, se a moeda está valendo mais, ou menos. É calculado baseado em outros 3 índices, que são o IPA, o IPC e o INCC.

O IPA é o Índice de Preços por Atacado (Produtor Amplo), enquanto o IPC é o índice de Preços (praticados) ao Consumidor, ou seja, no varejo. Já o INCC é o Índice Nacional de Custos da Construção e reflete os preços, apenas, deste setor.

O IGP-M é calculado por uma média, da seguinte forma: O IPA tem peso de 60%, o IPC tem peso de 30% e o INCC fica com os 10% restantes.

Como influência os investimentos

O índice foi criado à pedido dos bancos, para medir os preços de forma ampla e independente, com maior credibilidade, devido à grande variação dos índices oficiais, divulgados pelo governo, na década de 80.  Por isso é calculado pela FGV, entidade privada com grande credibilidade perante a sociedade.

Devido à diversidade de fatores da base de cálculo, o IGP-M é, na prática, um indicador macroeconômico, ou seja, é possível que, através dele, se tenha uma noção geral do andamento da economia do país (inflação alta ou baixa), assim como através do PIB.

Além de balizar análises de investimentos, na prática, o IGP-M é utilizado, principalmente, para ajustes em contratos de aluguel e de prestação de serviços, como energia elétrica e telefonia.

Como investir

O índice é calculado mensalmente, do dia 21 de um mês, ao dia 20 do outro. Sendo assim, o IGP-M mensal é diferente do IGP-M acumulado, anualmente. Essas várias maneiras de medir o indicador são muito úteis na hora de acompanhar os investimentos atrelados a ele.

Se você ainda não investe o seu dinheiro, comece a investir o quanto antes, pois, assim como o Marketing Digital, os investimentos são uma ótima maneira de se obter uma renda extra. E ambos podem se tornar sua renda principal e fazer com que você atinja a tão sonhada liberdade financeira.

Um investimento que acompanha a inflação, apenas mantém o poder de compra do dinheiro, mas não gera renda extra. É importante optar sempre por um investimento que renda acima da inflação, como boa parte dos títulos de renda fixa, que rendem de acordo com o IGP-M, mais um percentual fixo, definido no ato do contrato.

Esta é uma garantia mínima para investir, visto que o seu dinheiro não perderá poder de compra com o passar do tempo. Investimentos assim são chamados de investimentos híbridos e são uma ótima opção para quem ainda está caindo no “golpe da poupança”!