Mês: julho 2018

Como Aprender a Programar Para Iniciantes

Programar

A área de tecnologia da informação vem crescendo anos após ano. E por uma boa razão para isso, é a capacidade criativa de seus profissionais em resolver desafios. Um segmento que mais cresce é a engenharia de software, que contempla todo o ciclo desenvolvimento de sistemas.

Quando você está aprendendo programação, é fácil estudar horas e horas em tutoriais que não terá grande relevância para sua carreira. Por isso, é importante ter uma atenção especial para as fontes de seu estudo.

Neste artigo, vamos entender quais são os melhores métodos para aprender programação. Não há, necessariamente, uma melhor maneira de aprender a programar. Cada método tem seus prós e contras e é o que vamos discutir neste artigo.

No entanto, a maioria dos desenvolvedores tem uma maneira ideal de aprender uma linguagem. A maioria aprende testando, desenvolvendo por conta própria. Outros preferem ter uma aula, em formato passo a passo.
Portanto, vamos apresentar algumas maneiras comuns de aprender programação.

Aulas presenciais

Assistir a uma programação de aula ou workshop, é a maneira tradicional para aprender a programar.

O interessante de fazer aulas presenciais é que você pode fazer perguntas e interagir com o professor. Com os exercícios ministrados pelo professor, você também aprende na prática com exemplos do mercado.

O contra é que você não pode voltar a assistir a mesma aula em caso de dúvida. Para ter algo similar, você terá que fazer suas anotações durante a aula, o que pode te deixar disperso ao conhecimento que está sendo explicado.

Compre um bom livro de programação

Talvez, você possa pensar que a maioria dos livros sobre programação são um método ultrapassado para aprender uma linguagem de programação. Na verdade, é possível ter muita coisa boa e útil com aprendizado de livros.

A maioria dos livros podem ser comprados em lojas virtuais, em formato e-book, ou você pode tê-los entregue a você em forma física.

Com a ajuda de livros, você tem a certeza de que você está recebendo a sua informação de uma fonte confiável e revisada.  Livros, muitas vezes, são guias completos para o assunto, informando tudo que você precisa saber. Há uma abundância de livros para cada linguagem de programação. Encontrar um bom livro não será um problema.

Cursos pela Internet

Quando falamos de cursos online, temos certeza de que temos os mesmos benefícios de uma aula presencial, só que com mais vantagens. É ideal para quem está querendo começar a programar. Na maioria das vezes, consiste no instrutor gravando sua própria tela, normalmente com uma narração explicando o seu código e o porque foi desenvolvido.

Um bom exemplo é o curso PHP do Zero ao Profissional, que é um curso específico para linguagem PHP, onde o professor Bonieky trata de assuntos específicos de programação PHP.

O bom deste método, é que você conhecerá a maneira correta desde o início, e você pode visualizar as aulas quantas vezes desejar.

Exercícios Práticos

Para quem gosta da prática, este é um jeito de aprender fazendo. E, assim como qualquer outro método, tem seus prós e contras.

Aprender fazendo, você estará criando códigos rapidamente, no entanto, sem uma base forte para desenvolver sistemas fora do proposto, o que pode diminuir sua criatividade na resolução de problemas.

Conclusão

A maioria dos desenvolvedores têm a sua forma preferida de aprender, mas isso não significa que você tenha que concordar com eles.

A verdade é que a área de desenvolvimento de software é enorme, e requer que o profissional se adapte as necessidades do mercado, e por isso, é preciso encontrar fontes de estudos confiáveis para  se manter sempre atualizado.

Cada forma tem seus prós e contras, e você é bem-vindo para fazer a sua própria escolha e decidir o que é melhor para você. Não há resposta certa ou errada. Se ficou alguma dúvida, deixe um comentário abaixo.

3 Dicas De SEO Para Aumentar As Vendas De Sua Loja Virtual WordPress

loja virtual

Posicione seu produto na primeira página do Google

Ter uma loja virtual que não seja otimizada para o Google é como ter uma loja sem janela ou porta. Os produtos estão lá, mas não há como o prospect encontrar seu conteúdo.

A internet é o lugar para vender seu produto. Quer seja físico ou digital, o primeiro lugar que alguém procura por um produto é na internet. Isso pode ser para encontrar uma oferta de produto local ou para comprar um produto a um preço melhor.

Todos os seus produtos podem estar em sua loja virtual, mas, se ninguém conseguir encontrá-los no Google, qual é o sentido de investir na criação de loja virtual?

Neste artigo vamos dar algumas dicas para aumentar as vendas de sua loja virtual em WordPress, com o plugin Woocommerce.

Otimizando o conteúdo do e-commerce para SEO

Um SEO bem feito começa com o conteúdo que você tem em sua página. O Google não tem um “filtro de personalidade” ou um “algoritmo de devaneio”. No final das contas, as pessoas ainda pesquisarão seu conteúdo usando textos e palavras-chave . É importante que você escolha e implemente as palavras-chave certas na sua página. Mas como você faz isso?

1. Dicas de palavras-chave da loja virtual

Ao pensar em palavras-chave para uma loja virtual, você quer se fazer duas perguntas:

  1. As minhas palavras-chave são exclusivas?
  2. Estou usando palavras-chave de cauda longa (que sejam específicas)?

Criar palavras-chave exclusivas é vital para aparecer nos mecanismos de pesquisa e otimizar o conteúdo em uma loja virtual. Se você vende casacos de inverno, por exemplo, simplesmente incluindo “casacos de inverno”, sua palavra-chave principal NÃO será suficiente. Use ferramentas como o Google Adwords  para encontrar palavras-chave melhores e mais longas que as pessoas estão procurando. Por exemplo uma palavra de cauda longa: “Casacos de inverno para criança”.

Quando você investe em palavras-chave que são mais longas, tem mais chances de aparecer na primeira página de uma pesquisa no Google. Isso porque quanto mais específica for a palavra, menos concorrência deverá ter, e também será mais certeira e irá atingir o público certo.

2. Tags de Título

Você deve colocar sua palavra-chave principal na parte superior de um post, página ou produto do WordPress e o local mais importante para colocar suas palavras-chave é na tag de título.

Em temas WordPress otimizados para SEO , a tag de título ou a tag H1 da página será associada ao título de cada página ou postagem. É importante incluir toda a palavra-chave de cauda longa no título.

Além disso, você deve instalar o plugin YOAST SEO para maximizar o título SEO para os motores de busca do Google também. Com essa ferramenta, você pode escrever um título específico para aparecer apenas nos mecanismo de pesquisa do Google. Talvez você adicione um texto “Comprar agora” ao título do seu site do Google para que as pessoas saibam que podem comprar seu produto a partir desse link.

3. Texto descritivo SEO

Abaixo do título do produto é uma área para escrever algumas informações sobre seu produto. Nesta área, você pode inserir informações mais detalhadas sobre o seu produto.

Isso NÃO deve ser confundido com a descrição curta do produto, que é exibida na parte superior da página do produto. Esta informação é otimizada.

Essas informações devem apresentar sua palavra-chave de foco em vários lugares e na primeira sentença da descrição. Também deve haver muito texto e talvez alguns depoimentos ou resenhas escritas personalizadas sobre o produto nesta área para detalhar o conteúdo e agregar valor ao produto.

4. Outras áreas no WordPress para otimizar suas palavras-chave

Acima está uma imagem mostrando onde colocar palavras-chave no conteúdo principal do seu site, desde as tags de título até a descrição. Aqui está uma lista completa de lugares que você vai querer colocar suas palavras-chave da loja virtual:

  • Tag do título
  • Permalink do site (URL)
  • Conteúdo principal ou descrição
  • Breve descrição do produto
  • Meta descrição (também editável no WordPress SEO por Yoast)
  • Imagem “alt-text”
  • Legendas das imagens
  • Tags e categorias do WordPress e WooCommerce

“Este é um post escrito por nosso convidado Caio Nogueira, co-fundador e desenvolvedor de sites WordPress na empresa UpSites Digital. Apaixonado por novas tecnologias e pelo desafio de criar soluções na internet que sejam interativas e amigáveis, Caio também gosta de escrever no tempo livre e tocar violão.”